Num comunicado em que revela os 24 filmes que vão ser apoiados no âmbito da segunda sessão de avaliações de projetos do Eurimages em 2022, com uma verba total de 6,511 milhões de euros, surge “Sob a chama da candeia”, de André Gil Mata, numa coprodução entre a portuguesa Rua Escura e França, que vai receber 140 mil euros do programa europeu.

Outros projetos que envolvem coprodutoras nacionais são “The Rye Horn”, da espanhola Jaione Camborda Coll, entre Espanha, Bélgica e Portugal, que vai receber 312 mil euros, e “Re-Writing”, do espanhol Victor Iriarte, a receber 232 mil euros, numa coprodução entre Espanha, Portugal e França.

Entre outros projetos apoiados pelo Eurimages em 2022 contam-se “A Case Story”, do romeno Radu Jude, e “A Massacre”, do suíço Milo Rau.

O Eurimages é o fundo de apoio cultural do Conselho da Europa e, desde que foi criado em 1988, já apoiou 2.320 coproduções com um valor total de 661 milhões de euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.