Cerca de 450 mil turistas visitaram a mais antiga instituição universitária do país em 2016, registando-se um aumento de quase 30% face a 2015, ano em que a Universidade de Coimbra (UC) atingiu a marca de 350 mil visitantes, afirmou o vice-reitor Luís Menezes, notando que as previsões no início do ano não apontavam para um crescimento tão significativo.

Até agosto de 2016, a UC já tinha registado 303 mil visitantes. Na altura, Luís Menezes referiu que os turistas franceses representavam 22% dos turistas, sendo seguidos dos espanhóis, italianos e brasileiros, cada um com cerca de 10%.

No ‘top 10', estava ainda Alemanha, Portugal, Estados Unidos da América, Japão, Holanda e Israel, por esta ordem.

De acordo com o responsável da UC pela área do turismo, 2017 "vai ser um ano ainda de grande aumento, mas a ideia é que comece a estabilizar", considerando que é necessário aproveitar o "interessante fluxo turístico" que Coimbra regista.

Para dar resposta ao aumento do turismo na universidade, a UC pretende diversificar a oferta, sublinhou.

Nesse sentido, a instituição pretende, a partir de 1 de março, que o Colégio de Jesus com as suas galerias de História Natural e o Gabinete de Física estejam "abertos em permanência".

Já em maio, está prevista a inauguração do Jardim Botânico após as obras de requalificação, o que permitirá acrescentar mais "um ponto de visita" para os turistas que vão à Universidade de Coimbra, sublinhou Luís Menezes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.