O objetivo do leilão era de que a peça fosse vendida entre as 250 mil e as 30o mil libras, mas falhou o alvo. No entanto, depois do leilão houve quem não desistisse e fizesse uma oferta: 220 mil libras pela peça. Vendido!

O leilão do vestido longo de veludo azul-marinho, de ombros à mostram, foi organizado organizado pela casa britânica Kerry Taylor.

"O vendedor estava feliz, porque queria que o vestido permanecesse no Reino Unido", disse a casa Kerry Taylor em comunicado, sem divulgar a identidade da instituição compradora.

A princesa Diana usou este longo num jantar oferecido em 1985 pelo então presidente americano, Ronald Reagan (1981-1989), em homenagem ao príncipe e à princesa de Gales.

O vestido foi imortalizado nas fotos de Diana a dançar com John Travolta ao ritmo de "You Should be Dancing".

Segundo a casa de leilões, a princesa Diana só tinha expressado “um desejo ao viajar para os Estados Unidos”: dançar com o ator.

“Dançamos durante 20 minutos. Tinha um bom ritmo. Eu estava no sétimo céu”, contou Travolta num programa de entrevistas australiano, evocando um “conto de fadas”.

O vestido, que a princesa havia usado várias vezes, foi criado pelo designer inglês Victor Edelstein e já havia sido arrematado por 240.000 libras numa venda anterior, em 2013.

A princesa, o seu namorado Dodi Al Fayed e o seu motorista Henri Paul morreram em 31 de agosto de 1997 num acidente em Paris.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.