Rui Roque era adjunto do gabinete do primeiro-ministro para os Assuntos Regionais. Apresentou a sua demissão nesta terça-feira e a demissão já foi aceite, segundo avança o jornal Observador.

O primeiro-ministro aceitou hoje o pedido demissão do seu adjunto para os Assuntos Regionais, Rui Roque, após o "Observador" noticiar que este nunca concluíra a sua licenciatura, ao contrário do que consta no respetivo despacho de nomeação.

O agora demissionário adjunto declarou ser licenciado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pela Universidade de Coimbra, mas apenas concluiu com sucesso quatro cadeiras.

De acordo com a mesma fonte, Rui Pedro Lizardo Roque, de 38 anos, natural de Granja do Ulmeiro, concelho de Soure, apresentou por escrito, a meio da tarde de hoje, o seu pedido de demissão ao primeiro-ministro, o qual foi aceite por António Costa logo que regressou a São Bento ao início da noite.

Rui Roque foi nomeado em janeiro deste ano. Da sua nota curricular publicada em Diário da República consta que o mesmo é “licenciado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pela FCTUC”.

Em declarações ao Observador, Rui Roque disse que “os dados constantes na nota curricular de nomeação baseiam-se nas informações prestadas pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra datadas de Outubro de 2009".

Rui Roque nasceu em Lisboa e cresceu em Coimbra. Pertence à federação distrital do PS de Coimbra e à Assembleia de Freguesia de Granja do Ulmeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.