O ator norte-americano estava a empunhar uma pistola Colt durante um ensaio para "Rust", um western filmado no Novo México em outubro do ano passado, quando acidentalmente disparou o tiro que matou Hutchins, a diretora de fotografia do filme, de 42 anos.

"Anunciamos hoje o acordo do processo civil movido em nome da família Hutchins", disse Baldwin na sua conta oficial Instagram. "Durante este difícil processo, todos mantiveram o desejo de fazer o melhor para o filho de Halyna", acrescentou.

Baldwin, produtor e estrela de "Rust", foi informado de que a arma era segura e disse anteriormente que não tinha puxado o gatilho.

A produção do filme continuará em janeiro, disseram os seus produtores num comunicado divulgado nesta quarta-feira. O marido de Hutchins, Matthew Hutchins, assumirá um papel de produtor executivo.

"Não tenho interesse em participar em recriminações ou atribuições de culpa (aos produtores ou ao Sr. Baldwin)", disse Matthew Hutchins no comunicado.

"Todos acreditamos que a morte de Halyna foi um terrível acidente", acrescentou, adiantando também que "todos os atores principais originais" retornarão às gravações.

O realizador de "Rust", Joel Souza, que também ficou ferido no incidente, afirmou que irá dedicar o seu trabalho no filme "para honrar o legado de Halyna e deixá-la orgulhosa."

"Embora seja certamente agridoce, estou satisfeito que juntos completamos agora o que Halyna e eu começamos", disse em comunicado também divulgado esta quarta-feira.

O processo da família estava entre uma série de processos civis sobre o incidente que chocou Hollywood e levou à proibição permanente de armas nos sets de filmagem. Os investigadores não apresentaram acusações criminais contra nenhum dos envolvidos na tragédia, embora se tenham recusado a descartá-los.

Baldwin disse em agosto que não achava que seria acusado e disse à CNN que tinha contratado um investigador particular para avaliar a sua possível responsabilidade.

Embora não haja dúvidas de que a arma estava nas mãos do ator quando foi disparada, a questão que permanece por resolver é como é que veio a ser carregada com uma bala real.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.