Em comunicado, a ASAE explica que fez uma operação de fiscalização num “estabelecimento industrial de processamento de leite e produtos lácteos” de Viseu, que resultou na apreensão dos mais de 250 quilos de queijo de ovelha e na detenção de uma pessoa.

Os queijos, que “foram sujeitos a perícia veterinária”, tinham um valor total de 2.786 euros.

Segundo a ASAE, durante a ação, verificou-se que “o operador económico não dispunha de Número de Controlo Veterinário válido, atribuído pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, e que a unidade fabril não cumpria as boas práticas de fabrico e higienização”.

A utilização de água de captação própria, “sem análises da mesma, não existindo a garantia da sua potabilidade e, ainda, uma deficiente implementação de um sistema baseado nos princípios de HACCP [Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos]”, foram problemas encontrados.

Neste âmbito, foi instaurado um processo-crime pela utilização de Número de Controlo Veterinário suspenso, pelo crime de desobediência, pelo descaminho de produto apreendido e pela violação de selos”.

Foi detida uma pessoa em flagrante delito, que ficou sujeita a termo de identidade e residência, numa operação que contou com a colaboração da Direção Geral de Alimentação e Veterinária.

A ASAE promete continuar a desenvolver ações de fiscalização em todo o território, “em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos, na salvaguarda da segurança alimentar e saúde pública dos consumidores”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.