Thomas de Maizière, ministro do Interior alemão, confirma que o suspeito é um cidadão paquistanês que tinha pedido asilo, avança a AFP.

O suspeito chegou à Alemanha a 31 de dezembro de 2015 e reside em Berlim desde fevereiro do ano passado. O ministro acrescenta que o suspeito nega o crime mas que "a investigação continua", indicando que o ataque ainda não foi reivindicado.

Em conferência de imprensa, esta manhã, Maizière revelou ainda que o co-piloto do camião, o cidadão polaco, uma das 12 vítimas mortais, foi baleado e que a pistola ainda não foi encontrada pelas autoridades.

O ministro confirma que os mercados de Natal em Berlim estarão fechados hoje, em sinal de respeito, mas permanecerão abertos no resto da Alemanha.

O mercado de Natal de Breitscheidplatz localiza-se perto de uma das principais avenidas de Berlim ocidental, a Kurfuerstendamm. Esta segunda-feira, um camião abalroou o mercado, fazendo 12 vítimas mortais e ferindo 48 pessoas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.