Segundo a projeção à boca das urnas da Universidade Católica para a RTP, Inês de Medeiros (PS) mantém a presidência daquela autarquia, com 40% a 45% dos votos (cinco a sete mandatos).

A projeção feita pelo ICS/ISCTE/GfK para a SIC dá entre 38,3% e 42,3% dos votos para a candidata socialista e, segundo a da Intercampus para a CMTV, Inês de Medeiros conseguiu reunir entre 36% a 40,4% dos votos.

Maria das Dores Meira (CDU) é segunda nas três projeções, não conseguindo recuperar a autarquia perdida para o PS em 2017, conseguindo 30% a 34% dos votos segundo a RTP, 28,3% a 32,3% segundo a SIC e 29,1% a 33,5% dos votos segundo a CMTV.

Segue-se Nuno Matos (PSD) com entre 8% e 12,8% dos votos e Joana Mortágua (BE) com entre 5% e 8,9% dos votos.

PS Almada celebra projeções que dão reforço da maioria PS

O PS Almada celebrou hoje com um grande aplauso para Inês de Medeiros as primeiras projeções das televisões, que dão um reforço da atual maioria socialista no município almadense.

Inês de Medeiros não só poderá voltar a ganhar a Câmara de Almada, que se antevia como um dos municípios mais disputados entre socialistas e comunistas, como consegue uma vitória sem margem para dúvidas, dado que, nas projeções divulgadas às 21:00, não há margem para uma eventual derrota face à cabeça de lista da CDU, Maria das Dores Meira.

 Inês de Medeiros ganhou a Câmara de Almada há quatro anos apenas por 413 votos, o que levou a CDU a apostar forte na candidatura de Maria das Dores Meira, que atingiu o limite de três mandatos consecutivos em Setúbal, para tentar reconquistar aquele que foi um dos maiores bastiões do poder local da CDU.

O presidente da Comissão Política Concelhia do PS de Almada, Ivan Gonçalves, já se congratulou com aquele que poderá ser “o melhor resultado de sempre do PS em Almada”, mas lembrou que “projeções são projeções” e que é preciso esperar pela contagem dos votos.

Nas eleições autárquicas de 2017 em Almada, o PS conseguiu quatro eleitos, a CDU também quatro, o PSD 2 e o BE um.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.