De acordo com o capitão do Porto e comandante da Polícia Marítima (PM) de Caminha, Pedro Costa, "os dois tripulantes espanhóis não necessitaram de assistência médica".

"Foi uma manobra controlada. A avioneta realizou uma amaragem devido a problemas técnicos detetados durante o voo", explicou.

Segundo Pedro Costa a "avioneta foi amarrada ao Cais da Rua, em Caminha, para tentar resolver os problemas técnicos".

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo o alerta foi dado cerca das 15:53.

Ao local compareceram 21 operacionais e sete viaturas dos bombeiros, Polícia Marítima, e meios da Câmara de Municipal de Caminha.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.