O chefe do governo do Reino Unido da Grã Bretanha e da Irlanda do Norte, que está submetido a isolamento por ter estado em contacto com uma pessoa infetada com covid-19, referiu-se à Escócia durante uma reunião realizada por meios remotos com deputados do Partido Conservador que representam as circunscrições do norte do país.

De acordo com o tabloide The Sun, o primeiro-ministro disse aos membros do Parlamento que "a autonomia a norte da fronteira foi um desastre", referindo-se à Escócia.

Segundo a mesma notícia, Johnson acrescentou que a concessão da autonomia foi um grande erro do ex-primeiro-ministro trabalhista Tony Blair que concedeu o estatuto ao País de Gales e à Escócia após a vitória nas eleições gerais de maio de 1997.

O Partido Nacionalista Escocês (SNP) de Nicola Sturgeon e o Partido Trabalhista já criticaram os comentários de Boris Johnson.

As eleições regionais escocesas estão agendadas para maio de 2021.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.