Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, a autarquia adianta que a primeira requalificação a avançar é a do Miradouro da Varanda dos Carqueijais, empreitada que deve estar concluída até setembro de 2020 e que visa dotar o espaço de "características atrativas que levem os viajantes e os turistas a parar e a desfrutar de uma paisagem única sobre a Covilhã e a Cova da Beira".

O Miradouro do Covão também será alvo de uma intervenção, que deverá estar concluída até dezembro de 2002 e que engloba a colocação de sinalética indicativa e explicativa da paisagem, bem como a instalação de mobiliário urbano adequado e criação de condições de estacionamento e de permanência no local.

Ao nível da construção de novos miradouros, está prevista a concretização de um na Nave de Santo António e outro no Alto dos Livros, segundo aponta este município.

O primeiro surgirá na zona dos Piornos, com acesso a partir da Estrada Nacional 339, junto ao Centro de Limpeza da Neve.

Com o objetivo de potenciar o turismo de natureza, este miradouro deverá abrir ao público em dezembro de 2020.

A outra infraestrutura a construir localiza-se na cumeada da zona do Alto dos Livros, com acesso a partir da Estrada Nacional 339.

"O futuro Miradouro do Alto dos Livros pretende levar os viajantes e os turistas a parar e a desfrutar de uma paisagem rica sobre os vales da Cova da Beira e das Cortes do Meio, apostando na valorização paisagística. Está prevista a abertura ao público em dezembro de 2020", refere a informação.

A autarquia, que é presidida por Vítor Pereira, frisa ainda que estas intervenções visam a criação de uma Rede de Miradouros e que se enquadram no plano de Conservação, Proteção e Desenvolvimento do Património Natural e Cultural, que conta com apoio financeiro através do Pacto de Desenvolvimento da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.