O novo orçamento, assim como as Grandes Opções do Plano (2019/2022), foi aprovado pelo executivo liderado por Luís de Sousa (PS) com os votos favoráveis do PS e com a abstenção do PSD e da CDU.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Azambuja refere que este orçamento "continua a revelar a recuperação económico-financeira do município, uma vez que existe uma subida de, aproximadamente, um milhão e meio de euros face ao do ano transato (16,2 milhões de euros)".

A mesma nota refere que o setor da Modernização Administrativa e Reorganização dos Serviços será o que irá absorver uma fatia maior do orçamento (18,2%), mas que as prioridades de investimento serão os pelouros da Cultura, Turismo e Juventude (17,4 %), Ambiente e Saneamento (17,4%) e Educação (11,3%).

O restante investimento será canalizado para as juntas de freguesia (07,7%), Acessibilidades e Infraestruturas Viárias (04,5%) e Proteção Civil (04,4%).

Nesta reunião, a autarquia aprovou, igualmente, a atribuição de uma verba de 70 mil euros para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Azambuja, destinada à aquisição de um veículo tanque de grande capacidade, e um apoio financeiro de cinco mil euros ao Centro Social Paroquial de Azambuja.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.