Segundo disse à agência Lusa o presidente da autarquia alentejana, Jorge Rosa, a criação da Estação Biológica de Mértola nos antigos silos da EPAC da vila, junto ao rio Guadiana, irá custar cerca de 4,5 milhões de euros.

A construção do novo equipamento, que tem comparticipação comunitária assegurada através do programa operacional regional Alentejo 2020, deverá durar cerca de dois anos e inclui ainda a criação do Centro de Interpretação da Biodiversidade e da Fauna Animal do Baixo Guadiana.

Já no Lar de Idosos das Cinco Freguesias, previsto para a aldeia de São Miguel do Pinheiro, a Câmara Municipal prevê um investimento de um milhão de euros em 2021 e de mais um milhão e 600 mil euros no próximo ano.

“Neste momento, estamos a relançar o concurso para o resto da obra”, depois de em 2020 ter sido necessário “chegar a acordo para cessar o contrato” com a empresa que estava a construir o edifício, por falta de condições desta, explicou Jorge Rosa, eleito pelo PS.

Estes dois investimentos são os de maior relevo nas Grandes Opções do Plano e Orçamento da Câmara de Mértola para este ano, que tem inscritos quase 22,9 milhões de euros, mais 3,9 milhões que em 2020.

Os dois documentos foram aprovados, no final do ano passado, por maioria, na câmara e na Assembleia Municipal.

“É um orçamento de continuidade” que acaba por crescer este ano devido aos “condicionamentos muito graves que a pandemia de covid-19 provocou no país todo” e que impediram a execução de alguns projetos em 2020, justificou Jorge Rosa.

A par das duas grandes obras previstas, a Câmara de Mértola projetou também para 2021 a criação do “Centro de Patrimónios”, que acolherá as reservas do museu municipal e o arquivo municipal, e de um novo centro escolar para o pré-escolar e 1.º ciclo do ensino básico.

Fora da sede de concelho, a autarquia pretende executar novos arruamentos na freguesia de São Pedro de Sólis, requalificar perto de 26 quilómetros da estrada municipal 509, entre as aldeias de João Serra e Vale de Açor de Baixo, valorizar um “enorme” espaço público na Mina de São Domingos e criar uma área de serviço para autocaravanas na mesma localidade.

O orçamento da Câmara de Mértola para este ano apresenta igualmente um reforço nos apoios sociais, por forma a “dar todo o apoio que for necessário às famílias, às empresas e ao setor social” no combate à covid-19, concluiu Jorge Rosa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.