Segundo um protocolo que será assinado na sexta-feira, o município de Sintra vai atribuir à AITPN um subsídio no valor total de 150 mil euros, em oito tranches, e ceder, por dois anos, uma sala no Edifício Multiusos de Pêro Pinheiro, para instalação da sede da associação.

A AITPN tem como objetivos principais “a inovação e a promoção do desenvolvimento tecnológico, logístico e operacional da indústria da pedra natural, a valorização e gestão dos recursos minerais em Sintra e a internacionalização do setor e a formação profissional”, informou a autarquia.

A associação, constituída pelo Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa e Assimagra – Associação Portuguesa dos Industriais de Mármores, Granitos e Ramos Afins, surge na sequência da elaboração do documento de orientação estratégica “StoneCITI/Sintra”.

O documento, a que a Lusa teve acesso, assume como visão “utilizar o potencial de conhecimento da fileira da pedra na Área de Referência Estratégica de Pêro Pinheiro/Sintra e transformá-lo em valor acrescentado para a economia metropolitana, regional e nacional”.

O objetivo passa por dotar a zona de Pêro Pinheiro de ”uma estrutura local apoiada numa rede com fortes competências ao nível do desenvolvimento e inovação industrial” em termos nacionais, “formação técnica e divulgação científica e tecnológica e dirigida ao suporte e reforço da internacionalização da ‘Stone Sintra Economy’ nos palcos da globalização competitiva”.

A assinatura do protocolo, aprovado por unanimidade pelo executivo municipal, nos Paços do Concelho, insere-se nas iniciativas para assinalar a implantação da República.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.