A vítima mortal é Jorge Amorim, diretor do rali do Vinho do Dão e diretor-adjunto do rali de Mortágua, esta que é uma das provas mais importantes do circuito do Campeonato Nacional de Rali.

Amorim seguia num Mitsubishi Lancer, com o piloto penafidelense João Vinha que apenas sofreu ferimentos ligeiros, tendo mesmo conseguido sair da viatura pelo próprio pé. Acabou, mais tarde, por ser transportado para o centro hospitalar Universitário de Coimbra.

O despiste terá acontecido durante uma sessão de treinos na estrada nacional 234, avançou o Centro Distrital de Operações de Socorro do distrito de Viseu. Tudo faria parte da preparação para o Campeonato Nacional de ralis que começa este fim-de-semana em Fafe.

No local estiveram os bombeiros voluntários de Viseu, com uma equipa de mergulhadores, além de elementos dos bombeiros de Mortágua e de Santa Comba Dão, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) e Guarda Nacional Republicana (GNR).

O aviso do acidente foi dado às 15:16, e o corpo do copiloto, que esteve durante algum tempo desaparecido, foi encontrado às 18 horas.

[Notícia atualizada às 18:50]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.