Francisco Rodrigues dos Santos convidou Filipe Lobo d’Ávila para vice-presidente, confirmou o SAPO24 junto da candidatura de "Chicão". O advogado e ex-secretário de Estado da Administração Interna, que também se candidatava à liderança, aceitou.

"Os sinais de união foram alargados a mais membros nos diversos órgãos. Foram ainda dados outros passos na união do partido ao integrar elementos que apoiavam a candidatura de João Almeida", revelou a mesma fonte.

A moção de estratégia de Francisco Rodrigues dos Santos foi a mais votada obtendo 671 votos (46,4%). A segunda mais votada foi a de João Almeida, com 562 votos (38,9%), e a terceira, a de Filipe Lobo d'Ávila, com 209 (14,45%), anunciou depois o secretário-geral do partido, Pedro Morais Soares.

A quarta moção que foi a votos, de José Ângelo da Costa Pinto, teve três votos (0,02%).

Registaram-se três votos brancos e nulos. No total, votaram 1.449 delegados.

Com este resultado, e depois de João Almeida e Filipe Lobo d´Ávila terem reconhecido a vitória do líder da JP, Francisco Rodrigues dos Santos pode considerar-se futuro líder do CDS-PP. A eleição é formalizada hoje de manhã, quando forem a votos as listas da futura direção nacional.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.