A manifestação, convocada pelo empresário José Manuel Opazo e à qual se juntaram cerca de 65 associações e o partido de extrema-direita VOX, arrancou nas Tres Chimeneas da Avenida del Paralelo e terminou na Plaza de España.

De acordo com a Guardia Urbana de Barcelona, a polícia municipal da cidade, ali juntaram-se cerca de duas mil pessoas que, sob o lema “Recuperemos a dignidade”, diziam “não querer pessoas assim [independentistas] em Espanha”.

“Catalunha 100% espanhola”, vincavam.

No final do percurso, os manifestantes foram confrontados com outra marcha, desta feita afeta a movimentos antifascistas e independentistas.

As duas manifestações acabaram por se cruzar na Plaza de España, mas não se registaram problemas. Estava presente um forte dispositivo montado pel Mossos d’Esquadra (polícia regional).

Enquanto uns gritavam “Catalunha é fascista”, outros entoavam cânticos com as palavras “Nazis, nazis”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.