De acordo com a mesma fonte, 19 pessoas morreram em incidentes relacionados com as chuvas na província noroeste de Khyber Pakhtunkhwa, 12 na província sul de Sindh, oito na província de Punjab e 10 na região norte do Gligit-Baltistão nos últimos três dias.

As chuvas também danificaram parcialmente cerca de 100 casas e causaram uma rutura num canal, inundando aldeias na província de Sindh.

Os militares estão a usar barcos para resgatar as pessoas que ficaram presas e isoladas pelas inundações, tendo sido também montado um hospital de campanha e disponibilizada comida e tendas às pessoas afetadas.

As fortes chuvas também atingiram muitos distritos na província sudoeste do Baluchistão, matando oito pessoas, danificando casas e inundando muitas aldeias no distrito de Jhal Magsi, segundo Saleem Zakir, porta-voz da autoridade provincial de gestão de catástrofes.

Os socorristas, com a ajuda do exército, continuam a tentar retirar as pessoas das aldeias atingidas pelas cheias.

As inundações danificaram uma ponte e um gasoduto e destruíram estradas costeiras no Mar Arábico, cortando as ligações ao porto de Gwadar.

De acordo com relatos dos meios de comunicação locais, centenas de pessoas deslocaram-se para colinas próximas quando as cheias entraram nas suas aldeias em áreas remotas do Baluchistão e os militares utilizaram helicópteros e barcos para as retirar para locais mais seguros.

As fortes chuvas começaram na semana passada e continuavam a cair hoje, inundando as ruas na cidade de Lahore, no Leste.

Na semana passada, Carachi, a capital da província de Sindh e centro comercial do Paquistão, foi particularmente afetada quando os esgotos inundaram a maioria das ruas, levando o primeiro-ministro, Imran Khan, a ordenar ao exército que ajudasse as autoridades a lidar com a situação.

De acordo com o departamento de Meteorologia, espera-se que as chuvas fortes continuem na próxima semana.

No Paquistão e na vizinha Índia, ocorrem regularmente cheias mortais durante a época das monções, que ocorre entre julho e setembro.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.