Ariana Grande tem concerto marcado para 11 de junho, no Meo Arena, em Lisboa, no âmbito de uma digressão que passou na segunda-feira pelo no Arena de Manchester, no Reino Unido. No final deste concerto, junto a uma das saídas do recinto, ocorreu uma explosão que causou 22 mortos e 59 feridos e o ataque foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Em declarações à agência Lusa, Álvaro Covões escusou-se a referir se vai reforçar a segurança nos eventos que promove, por razões profissionais: "Não se deve discutir a segurança na praça pública. Na maioria dos grandes eventos, o público tem sentido um forte dispositivo de segurança e há sempre planos de emergência aprovados pelas autoridades".

O promotor lamentou ainda a forma como alguns media noticiam atos de terrorismo, "coisas bárbaras", como o ataque de segunda-feira em Manchester, acabando por se tornar "aliados dos terroristas".

"Não tenho palavras". Ariana Grande reage a incidente na Manchester Arena
"Não tenho palavras". Ariana Grande reage a incidente na Manchester Arena
Ver artigo

O concerto de 11 de junho em Lisboa, que não está esgotado, será o primeiro da cantora em Portugal, remarcado depois ter falhado presença no ano passado no Rock in Rio Lisboa, alegando "motivos de doença".

Os bilhetes estão à venda desde outubro. 

Através da rede social Twitter, Ariana Grande manifestou-se destroçada com o que aconteceu, enquanto o agente da artista, Scooter Braun, descreveu o sucedido como um "ato cobarde".

Antes de chegar a Lisboa, Ariana tinha ainda espetáculos marcados em Antuérpia, na Bélgica; Lodz, na Polónia; Frankfurt, na Alemanha; Zurique, na Suíça; e, por fim, em Paris e Lyon, na França.

Em Portugal, Ariana Grande tinha inicialmente agendado um concerto para maio do ano passado, numa atuação que seria no Rock in Rio Lisboa, mas cancelou-o, alegando "motivos de doença".

De acordo com a promotora do concerto em Portugal, a "The Dangerous Woman Tour", contava com 18 datas por toda a Europa, incluindo paragens na Dinamarca, Holanda, Bélgica, França e Reino Unido, a maior até à data.

Atriz e cantora, Ariana Grande começou por participar em espectáculos da Broadway ainda na adolescência e no canal de televisão Nichelodeon. Chegou a ser apelidada de "mini Mariah Carey", pelos dotes vocais e pela aproximação ao R&B, embora seja hoje uma cantora do universo pop, com uma base de fãs que inclui muitas crianças e adolescentes.

A par do trabalho em séries televisivas, Ariana Grande editou três álbuns: “Yours truly” (2013), “My everything” (2014) e "Dangerous Woman" (2016).

Com o novo álbum, a cantora chegou ao número 1 do top, tanto no iTunes Overal Top Songs Chart como no Top Pop Songs Chart. O álbum também assegurou um lugar nos primeiros dez lugadores do Billboard Hot 100.

Explosão na Manchester Arena. Ataque de bombista suicida provocou pelo menos 22 mortos e 59 feridos
Explosão na Manchester Arena. Ataque de bombista suicida provocou pelo menos 22 mortos e 59 feridos
Ver artigo

O comandante da polícia de Manchester, Ian Hopkins, disse que as autoridades suspeitam que o responsável foi um homem apenas, que morreu na explosão e que "transportava um engenho explosivo improvisado, que detonou, causando esta atrocidade".

As autoridades britânicas estão a tratar este caso como um "incidente de terrorismo".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.