Ariana Grande, que não ficou ferida durante a explosão que ocorreu pouco depois do final do seu próprio espetáculo, esta segunda-feira, 22 de maio, na Manchester Arena, partilhou na sua conta pessoal do Twitter que está "desfeita". O último balanço das autoridades britânicas dá conta de pelo menos 19 mortos e 50 feridos, naquele que está a ser tratado como "incidente terrorista".

"Desfeita. Do fundo do meu coração, lamento imenso. Não tenho palavras."

Também o manager da cantora, Scooter Braun, reagiu aos acontecimentos dizendo: "esta noite os nossos corações estão partidos. Palavras não conseguem expressar a nossa tristeza pelas vítimas e as suas famílias, magoadas por este ataque sem sentido. Lamentamos pelas vidas das crianças e entes queridos levados por este ato cobarde. Estamos gratos pelo serviço altruísta de hoje à noite das equipas de emergência de Manchester, que correram em direção ao perigo para ajudar a salvar vidas. Pedimos a todos que levem as vítimas, as suas famílias e todos os que foram afetados nos vossos corações e orações”.

Testemunhas descreveram que, pouco depois de Ariana Grande se ter despedido do público e de se terem acendido as luzes do Manchester Arena, uma grande explosão provocou o pânico entre os espetadores, que correram à procura de uma saída.

Theresa May emitiu entretanto um comunicado dizendo que o Governo "está a trabalhar para apurar todos os detalhes do que está a ser tratado pela polícia como um terrível atentado terrorista. Os nossos pensamentos estão com as vítimas e as famílias daqueles que foram afetados", acrescentou May, deixando uma palavra de solidariedade. A primeira-ministra ira reunir o gabinete de emergência COBRA por volta das 9h00 desta terça-feira, escreve o The Telegraph.

Este comité de emergência, conhecido como "COBRA", reune os principais ministros do Governo, assim como os altos responsáveis dos serviços de emergência, forças de segurança e dos serviços de informação. É o órgão que trata e lida com os incidentes mais graves ocorridos no país.

Também nestas plataformas, já são muitas as reações de personalidades sobre este incidente trágico.

Enquanto as autoridades auxiliam os feridos  e investigam os contornos deste incidente, nas redes sociais multiplicam-se as ofertas de ajuda, que vão desde abrigo, a boleias, até doações de sangue.

A capacidade da Arena é de 21 mil pessoas e o recinto estava cheio de jovens e adolescentes para assistirem ao concerto da cantora Ariana Grande.

A polícia de Manchester informou que está a trabalhar com outras agências nacionais especializadas no combate ao terrorismo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.