Esta decisão, porém, não afeta o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH), o braço judicial do organismo, que continuará a oferecer proteção aos cidadãos russos, disse a organização internacional em comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.