O caso diagnosticado reporta-se a um homem de 31 anos, não residente na região, que chegou à ilha do Faial proveniente de uma ligação aérea do continente português e teve resultado positivo no teste de despiste realizado à chegada.

Não será, no entanto, considerado caso positivo ativo, tendo em conta que apresentou documentação que comprovava já ter recuperado.

“De acordo com a prática seguida em situações anteriores, tendo apresentado documentação comprovativa de infeção e recuperação no país de origem, não é considerado caso ativo na região”, justificou a Autoridade de Saúde Regional, no seu comunicado diário.

Foi ainda verificada hoje a nova recuperação de um homem de 46 anos, na ilha Terceira.

Desde o início do surto, foram registados nos Açores 381 casos de infeção por SARS-CoV-2, tendo ocorrido 16 óbitos e 235 recuperações.

Atualmente, contabilizam-se 77 casos positivos ativos, dos quais 61 na ilha de São Miguel, nove na ilha Terceira, dois na ilha do Pico, dois na ilha do Faial, um na ilha Graciosa, um na ilha de Santa Maria e um na ilha das Flores.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.