“O bebé teve alta na segunda-feira à tarde”, disse fonte do Centro Hospitalar e Universitário São João (CHUSJ).

Em causa está um bebé de 13 meses que esteve internado no Centro Materno Infantil do Norte (CMIN) por covid-19, mas teve que ser transferido para o São João por "alterações cardíacas", para ser ligado à Oxigenação por Membrana Extracorporal (ECMO).

Segundo a mesma fonte, o bebé sofreu um “choque cardiogénico com arritmia na sequência da covid-19”.

Em 16 de fevereiro, em conferência de imprensa, a diretora clínica do CHUSJ revelou que o bebé já não estava a usar ventilador e, sem adiantar estimativas para a passagem dos cuidados intensivos para a enfermaria, mostrou-se otimista.

“Só desde ontem [16 de fevereiro] está a respirar sozinho [sem ventilador] portanto vamos dar tempo ao bebé para recuperar. Não vamos ter pressas”, referiu Maria João Baptista.

O bebé que foi transferido do CMIN, estrutura que pertence ao Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP) que inclui o Hospital de Santo António, para o CHUSJ deu entrada com uma anomalia de ritmo muito grave.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.