Nas últimas 24 horas, o país contabilizou ainda 3.754 mortos provocadas pelo novo coronavírus, após dois dias consecutivos a ultrapassar os 4.000, aumentando para 246.116 o total de óbitos desde o início da pandemia.

O estado ocidental de Maharashtra, o mais afetado pela pandemia, continua a não registar uma queda significativa nas infeções, com mais de 48.000 casos e 572 mortes num único dia.

Por seu lado, na capital, Nova Deli, os casos continuam a baixar, com um total de 13.336 infeções e 273 mortes nas últimas 24 horas.

A capital indiana inicia hoje a quarta semana consecutiva de confinamento para tentar travar o contágio.

A campanha de vacinação sofreu uma das quedas mais acentuadas no último dia, com pouco mais de 689 mil doses administradas, fazendo subir o total para 17 milhões de vacinas desde o arranque, em 16 de janeiro.

Com um total acumulado de 22,6 milhões de casos de covid-19, a Índia é o segundo país no mundo com mais infeções, depois dos Estados Unidos.

O país é atualmente o epicentro da pandemia, devido a uma segunda vaga que dura há mais de um mês, contando mais de 3,7 milhões de casos ativos.

A Índia, com um total de cerca de 1,3 mil milhões de habitantes, é o terceiro país com mais mortes provocadas pela doença, a seguir aos Estados Unidos e Brasil.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.284.783 mortos no mundo, resultantes de mais de 157,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.