Portugal contabiliza esta quarta-feira um total de 128.392 (+3.960, um novo máximo diário) casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus e 2.395 óbitos (+24), de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

O maior aumento de novos casos e de óbitos voltou a verificar-se na região Norte, com 2.114 casos registados e 11 mortes a lamentar. Na região de Lisboa e Vale do Tejo, o aumento dos casos de infeção foi de 1.105, sendo que na região Centro esse mesmo valor foi de 558, no Alentejo 110 e no Algarve 53. Já o de óbitos foi de oito, quatro e um, respetivamente, sendo que na região mais a sul de Portugal continental não houve anúncio de novas mortes relacionadas com a Covid-19.

Em relação aos internamentos, o número de pessoas hospitalizadas continua a subir desde há mais de uma semana, sendo agora 1.794 pessoas, mais 47 do que na terça-feira, e destas 262 (mais nove) estão em Unidades de Cuidados Intensivos.

A DGS revela que estão ativos 51.996 casos de infeção, mais 2.279 do que na terça-feira.

Também nas últimas 24 horas foram dados como recuperadas 1.657 pessoas, ultrapassando-se a barreira dos 74 mil (74.001) desde o início da pandemia.

As autoridades de saúde têm agora sob vigilância 62.457 pessoas, mais 2.394 nas últimas 24 horas.

Boletim ao detalhe

Na Região Autónoma dos Açores foram registados mais cinco casos nas últimas 24 horas, somando 353 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou 15 novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 425 infeções, sem registo de óbitos por covid-19 até hoje.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

No total, o novo coronavírus já afetou em Portugal pelo menos 58.374 homens e 70.018 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 1.224 eram homens e 1.171 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.