Na sede de concelho, o surto no lar de São Francisco, da Santa Casa da Misericórdia de Moura, já provocou a morte a dois utentes e contabiliza, neste momento, 86 casos ativos, entre os quais 78 utentes e oito funcionários, precisou a mesma fonte.

Já na estrutura residencial para idosos do Centro Social da Amareleja, perderam a vida 10 utentes desde que o surto foi detetado, no início de janeiro, mas ainda existem 45 casos ativos da doença, dos quais 23 utentes e 22 funcionários.

Só estas duas estruturas concentram 131 casos ativos, o que corresponde a mais de metade dos 240 casos reportados na segunda-feira pelo município do distrito de Beja no boletim epidemiológico.

Apesar da extensão dos surtos, nenhum utente ou funcionário das duas estruturas está hospitalizado.

Em Moura, a equipa clínica do lar de São Francisco “tem controlado a situação”, explicou a fonte municipal, enquanto na Amareleja, o surto, que infetou um total de 86 pessoas, já estará “em fase de resolução”, sem novos casos desde 26 de janeiro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.237.990 mortos resultantes de mais de 103,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 12.757 pessoas dos 726.321 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.