Em declarações à agência Lusa, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Izeda, Óscar Isménia, disse que a criança foi transportada de helicóptero esta tarde, “em estado considerado grave”.

A queda terá sido de uma altura de "cerca de cinco metros", acrescentou o comandante.

Fonte oficial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Bragança adiantou à Lusa que a criança caiu de uma ravina, quando estava a dar um passeio com a família, num local onde é costume dar "caminhadas rurais".

A criança, do sexo masculino, estava "estável" e "não corria risco de vida" quando foi helitransportada, acrescentou a mesma fonte da GNR.

A queda terá sido de uma altura de "cerca de cinco metros", acrescentou o comandante.

No local da ocorrência estiveram os Bombeiros Voluntários de Izeda, com duas viaturas e quatro elementos, um helicóptero de Macedo de Cavaleiros, a viatura médica de emergência e reanimação de Bragança e a GNR.

A Lusa tentou obter informações junto do Hospital de São João, mas não foi possível até ao momento.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.