A poucas semanas do início de maio, mês de Maria para a Igreja Católica, a organização da JMJ2023 lançou o terço oficial em três versões e com meditações dos Mistérios do Rosário com um texto introdutório do Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

"Como Maria partiu de Nazaré para a Judeia, até à casa de Isabel, também nós partimos, da convocação do Papa Francisco até ao verão de 2023. Com Maria levamos Jesus, que por nós quer chegar a muitos. Isto mesmo nos convence que só com Jesus e Maria atingiremos o objetivo da JMJ. É por isso que a oração do Terço é tão importante, especialmente agora”, escreveu D. Manuel Clemente.

O Terço JMJ Lisboa 2023 surge com uma primeira edição de 15 mil exemplares, 5 mil em cada modelo, datada de 'maio 2021'.

Este produto oficial vai estar à venda a partir de 15 de abril, na plataforma Dott.pt, mas até lá é possível fazer pré-encomendas junto de cada Comité Organizador Diocesano, através das paróquias.

"Num país marcadamente de tradição mariana como Portugal, o terço não poderia deixar de ser um dos elementos identificadores da JMJ, a par do logotipo e hino oficiais. Aliás, alegrou-nos muitíssimo a mensagem do senhor Presidente da República que partilhou connosco a intenção de o Papa Francisco desejar visitar Fátima no contexto da JMJ", refere D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa e Presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023.

Além disso, foi divulgada a data de um primeiro momento de oração da Jornada Mundial da Juventude: 1 de maio, online, com a participação dos jovens das dioceses portuguesas.

Quanto ao terço, as edições especiais — disponíveis em madeira ou plástico reciclado — integram como elementos centrais a Cruz da JMJ Lisboa 2023, e, no passador, o lema da JMJ 2023, definido pelo Papa Francisco: 'Maria levantou-se e partiu apressadamente' (Lc 1, 39). Nas contas do Pai-Nosso está a referência 'JMJ LISBOA 2023', impressa nos idiomas oficiais (português, espanhol, inglês, francês e italiano). Há ainda uma versão simplificada, em madeira, apenas com a cruz oficial e contas lisas.

Os terços têm produção nacional, numa fábrica de artigos religiosos de Fátima — a Farup —, e cada peça demora em média 15 minutos a ser montada manualmente. No caso do artigo de plástico, o material reciclado utilizado equivale a 35 tampas de garrafa de água. Além disso, as embalagens utilizadas em qualquer uma das versões são de papel reciclado.

"A oração, neste caso a oração do Terço, é uma das características universais da Jornada Mundial da Juventude. Pretendemos, por isso, que a peça fosse de fácil uso, manuseamento, e de grande simplicidade. Destacamos também o forte propósito de inclusão e o da sustentabilidade", referiu Jorge Almeida, do Gabinete de Comunicação da JMJ Lisboa 2023, responsável pela área da marca e merchandising, que coordenou a criação do terço.

A organização informou ainda que durante o mês de maio irá estar disponível, no site, a versão áudio e em língua gestual portuguesa das meditações propostas para o terço JMJ Lisboa 2023.

Para ajudar a criar ambiente até ao evento, a organização disponibilizou também as camisolas oficiais — com o logótipo criado para edição em Portugal — e um itinerário de preparação para a JMJ Lisboa 2023, elaborado pela Direção de Pastoral e Eventos Centrais, que "propõe um caminho de aprofundamento da fé com base no verbo levantar-se", comum aos temas das mensagens para a Jornada Mundial da Juventude — e percetível na oração que marca também o momento, lançada em novembro do ano passado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.