O suspeito, segundo a polícia, perseguia as vítimas, jovens mulheres, na via pública, imobilizava-as e sujeitava-as a práticas sexuais, colocando-se em fuga, de seguida.

"Foram, para já, identificadas quatro vítimas dos factos, mas existem indícios fortes de que o agressor terá praticado ilícitos semelhantes contra outras mulheres", informa a PJ.

O detido possui antecedentes criminais, tendo sido condenado por delitos da mesma natureza, e foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

A operação foi levada a cabo pela polícia judiciária, através da diretoria de Lisboa e Vale do Tejo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.