“Na sequência da agressão com faca cometida em Grote Marktstraat, acaba de ser detido um homem de 35 anos, no centro de Haia”, indicou a polícia, precisando que o suspeito “não tem residência fixa”. “Vai ser transferido para uma esquadra da polícia onde será interrogado”, acrescentou a polícia na altura.

As autoridades policiais indicaram que estavam a considerar “diversos cenários” e reconheceram “ser demasiado cedo para especular” sobre uma eventual natureza terrorista deste ataque.

Um homem esfaqueou esta sexta-feira três adolescentes numa zona comercial bastante movimentada no centro da cidade de Haia, Holanda.

Após o incidente, a zona comercial em Haia foi isolada pela polícia, tendo sido hoje reaberta.

As três vítimas do esfaqueamento são duas raparigas de 15 anos e um rapaz de 13 anos. As vítimas, que não se conheciam, foram transportadas para um hospital e já tiveram, entretanto, alta hospitalar.

Os três adolescentes também já falaram com os responsáveis pela investigação deste incidente.

Este esfaqueamento em Haia aconteceu algumas horas depois de um homem, que envergava um colete com explosivos falsos, ter esfaqueado várias pessoas em Londres.

Duas pessoas morreram no ataque na capital britânica e o atacante, que estava referenciado pela polícia e tinha sido condenado em 2012 por crimes de terrorismo, foi morto a tiro pelas forças policiais.

A polícia britânica está a tratar o caso como um ataque terrorista.

(Notícia atualizada às 18h54)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.