Numa publicação na sua conta na rede social Facebook, Diogo Feio escreveu que “os dados demonstram que o CDS tem o pior resultado da sua história” e “está no patamar da total irrelevância, num nível de partidos sem verdadeira representação nacional”.

Apontando que “no dia em que todos os partidos não socialistas podem aumentar percentagem e número de deputados, o CDS cai em todos os indicadores”, o vice-presidente do Conselho Nacional de Jurisdição salientou que “será a altura de com seriedade e dignidade fazer uma reflexão no próximo congresso”.

E questionou: “Que ruturas fazer? Qual o caminho possível, se é que há? O que faz sentido? Tudo poderá e deverá, com dignidade institucional, estar em aberto”.

As projeções dos resultados eleitorais divulgadas por RTP, SIC, TVI e CMTV dão a vitória ao PS nas eleições legislativas de hoje, com entre 36,6% e 42,6% dos votos, seguindo-se o PSD, com entre 26,7% e 32,7%.

De acordo com as projeções, o Chega tem entre 3,8% e 8,5% enquanto a Iniciativa Liberal (IL) entre 3,5% e 8,5%. Bloco de Esquerda pode ter de 2,4% a 7% e a CDU de 2,5% a 6,8%.

O intervalo de projeções para o CDS-PP vão de 0,1% a 3,6%, enquanto para o PAN a variação é de 0,2% a 3,7%. Para o Livre, as projeções variam entre 0,2% e 3,7%.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.