O fogo que continua ativo e se desenvolve em área de floresta e mato da freguesia de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães está a ser combatido por 208 operacionais, apoiados por 62 meios terrestres e quatro meios aéreos.

De acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) na internet, os fogos em Abrunhosa-a-Velha e em Abrunhosa do Mato estão em resolução, não ameaçando progredir “para além do perímetro já atingido”.

Estes dois incêndios continuavam, no entanto, pelas 09:30 de hoje, a mobilizar cerca de 170 operacionais e mais de meia centena de meios terrestres, a maior parte dos quais em trabalhos no fogo de Abrunhosa-a-Velha, que também mobiliza um meio aéreo.

Os três incêndios começaram num intervalo de tempo curto – de 17 minutos –, entre as 15:52 e as 16:09, nas freguesias de Abrunhosa-a-Velha, de Cunha Baixa e de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães (concelho de Mangualde), de acordo com a ANPC.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.