Este foi o programa do Estado da Nação:

  • O Estado da Nação 2022 - análise de Ana Balcão Reis, professora associada de Economia e Presidente do Conselho Pedagógico na Nova SBE, e Fernando Alexandre, antigo secretário de estado adjunto e autor ou coordenador de oito livros sobre a economia portuguesa.
  • Educação e Competências: o elevador social para Portugal - com Andreas Schleicher, diretor para a Educação e Competências da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), e Carlos Oliveira, confundador da Fundação José Neves.
  • Bolsas ISA Fundação José Neves
  • Educação e Emprego: uma visão global - com Durão Barroso, antigo presidente da Comissão Europeia e antigo primeiro-ministro de Portugal, e José Neves, empresário e fundador da Farfetch.
  • Bem-estar e Saúde Mental
  • A felicidade é uma competência - com Nataly Kogan, especialista em bem estar emocional, empreendedora, autora de best-sellers e oradora
  • Brighter Future 2.0 | Uma ferramenta para um futuro melhor - comentários de Alexandre Homem Cristo, fundador da QIPP, antigo conselheiro do Conselho Nacional de Educação e assessor parlamentar no âmbito da Comissão de Educação, Ciência e Cultura
  • Liderança com propósito - com António Horta Osório, gestor português condecorado pela rainha Isabel II com passagens pelo Citibank Portugal, Goldman Sachs, Grupo Santander, Lloyds Banking Group e Banco de Inglaterra, e José Neves
  • A importância do desenvolvimento pessoal - com Alanis Morissette, cantora canadiana muito ligada a causas como o meio ambiente, o bem-estar físico e mental e os direitos humanos, e José Neves
  • Da Neurociência à Educação - com António Damásio, professor da cátedra David Dornsife de Neurociência, Psicologia e Filosofia, e diretor do Brain and Creativity Institute na University of Southern California, em Los Angeles. Neurologista e neurocientista.

Sabia que Portugal é um dos países da UE com menores salários e menor produtividade? Numa década, os licenciados perderam 11% do rendimento e os menos qualificados viram um acréscimo real de 5% na folha salarial devido ao aumento do rendimento mínimo? A isto junta-se uma pandemia que destruiu 27.500 empregos jovens.

Estas são algumas das conclusões do Estado da Nação: Educação, Emprego e Competências em Portugal, o relatório anual da Fundação José Neves.

Saiba mais aqui.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.