Trump foi o único líder norte-americano em anos recentes que não enviou felicitações no início do ano novo chinês, que este ano calhou a 28 de janeiro, gerando especulações na China se se tratou de um gesto intencional.

Um comunicado difundido na quarta-feira pela Casa Branca revela que Trump escreveu a Xi desejando umas boas férias ao povo chinês, que terminaram na quinta-feira passada, e expressando a sua vontade de trabalhar em conjunto para "desenvolver uma relação construtiva".

Após vencer as eleições e antes de tomar posse, Trump sugeriu por várias vezes que Washington poderá rever a política de "uma só China", vista por Pequim como uma garantia de que Taiwan é parte do seu território e não uma entidade política soberana.

O líder norte-americano acusa também Pequim de práticas comerciais desleais e de fazer pouca pressão para que a Coreia do Norte abandone o seu programa nuclear.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.