Um Trump com as mãos cruzadas em cima da barriga. Foi esta a estátua que foi colocada na Union Square, tendo chamado a atenção numa rua movimentada com uma placa que dizia "O Imperador Não Tem Tomates", segundo uma testemunha.

A Indecline, um colectivo de artistas de street art anarquista responsável pela estátua, lançou um vídeo no seu site onde mostrava como foi feita a "obra de arte". Mas o Departamento de Parques e Recreação de Nova Iorque mostrou-se indiferente à manifestação artística e anarquista e decidiu remover a estátua do parque. Os guardas arrancaram a estátua e destruiram a sua base, retirando a plataforma de metal do chão.

"O parque removeu a estátua", disse à AFP um porta-voz do Departamento de Parques e Recreação da cidade. "A instalação de qualquer estrutura que não tenha sido aprovada num parque da cidade é ilegal".

Mas a estátua não deixou quem passava indiferente. Durante a manhã, as pessoas paravam para tirar fotografias, posavam para selfies ou limitavam-se a rir da representação do magnata de Nova Iorque.

"Foi muito divertido. Está toda a gente a rir e a tirar fotos", disse Rahshawn Gilmore, de 22 anos, que trabalha numa loja próxima. "Podiam ver-se alguns traços característicos dele", explicou. "Foi um grande trabalho, porque deve ter sido difícil criar isso", acrescentou, desatando a rir de seguida.

Peri Fisher, 48, representante de uma empresa de electrónica, disse que ficou satisfeita ao ver um político masculino, "para variar", a ser julgado pela sua aparência e criticou a decisão de retirar a estátua. "Pessoalmente, eu acho que Trump é louco e não serve para ser presidente, não que Hillary Clinton (rival Democrata) sirva muito, mas ela é o mal menor", disse.

"Certo ou errado as pessoas devem ter o direito de colocar isto lá. Ele é uma figura pública - as figuras públicas estão sujeitas a serem gozadas. Isto foi uma piada. É apenas uma parte do 'american way of life'", acrescentou Fisher. 

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.