As autoridades norte-americanas contabilizaram também mais de 1,25 milhões de casos diagnosticados da covid-19, entre as 20:30 de quinta-feira (01:30 de hoje em Lisboa) e a mesma hora na véspera, de acordo com a mesma fonte.

Cerca de 195 mil pessoas foram declaradas curadas e mais de oito milhões de testes foram já realizados, acrescentou.

Os balanços diários nos Estados Unidos mantêm-se desde 01 de abril acima dos mil mortos.

Os Estados Unidos são de longe o país mais atingido pela covid-19, quer em número de mortos, como em casos diagnosticados, segundo dados oficiais.

“A América trava uma batalha feroz contra uma doença terrível”, declarou o Presidente norte-americano, Donald Trump, na quinta-feira.

“Rezamos para que cientistas e investigadores inovem tratamentos, encontrem terapias e vacinas, e que o façam rapidamente”, acrescentou Donald Trump.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 269 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Cerca de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.