“Na sequência dos processos de averiguações instaurados no âmbito do 127.º Curso de Comandos e tendo-se apurado nos mesmos indícios da prática de infração disciplinar, foi determinada a abertura até à presente data de dois processos disciplinares pelo Comandante das Forças Terrestres”, refere, em comunicado, o Exército.

Dois militares morreram na sequência do treino do 127.º Curso de Comandos na região de Alcochete, no distrito de Setúbal, que decorreu no dia 04 de setembro, e vários outros receberam assistência hospitalar.

Além do processo de averiguações interno aberto pelo Exército, que ditou então estes dois processos disciplinares, as mortes estão ainda a ser investigadas pelo Ministério Público e pela Polícia Judiciária Militar.

Para além deste inquérito, decorre uma inspeção técnica extraordinária que incide sobre os referenciais do curso e o processo de seleção.

Até estar concluída essa inspeção, está suspensa a realização de mais cursos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.