O diretor do FBI, James Comey, disse que a polícia federal “dará passos apropriados de investigação” para decidir se um novo conjunto de mensagens de correio eletrónico da Hillary Clinton contém informação classificada e para “decidir da sua importância para a investigação”.

O caso do ‘e-mail’ de Hillary Clinton refere-se à utilização pela então chefe da diplomacia dos Estados Unidos de um servidor privado, em vez dos equipamentos oficiais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.