"Na maior parte do país, conseguimos travar a vaga epidémica. Temos margem de manobra nos hospitais e estamos prontos para os testes. Noutras, o vírus ainda circula ativamente", referiu Édouard Philippe.

Assim, vai ser possível circular sem que seja necessário apresentar uma justificação escrita, como acontecia até aqui, mas algumas medidas como o encerramento de parques e jardins e controlos nos transportes públicos vão manter-se em quatro regiões: Ile-de-France (região parisiense), Hauts de France, Bourgogne-Franche-Comté e Grand-Est.

Nas restantes regiões francesas, vai ser estudado a partir de junho a possibilidade de abertura de liceus e cafés, assim como outras estruturas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.