Publicado hoje no Diário da República (DR), o despacho do Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação surge “na sequência de um procedimento concursal”, produz efeitos desde quarta-feira e designa Gilberto Paulo Peixoto Igrejas, nascido em Vila Real em 1971, “para exercer, com um mandato de cinco anos, o cargo de presidente do conselho diretivo do IVDP”.

Segundo a nota curricular publicada no DR, Gilberto Igrejas é investigador-responsável de vários programas de cooperação científica e técnica, entre Portugal e Espanha e Portugal e França, para além de membro integrado do Grupo de Investigação (Bio)Chem & OMICS, do Laboratório Associado para a Química Verde, LAQV-REQUIMTE, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa”.

Gilberto Igrejas é, ainda, coordenador da Unidade de Genómica Funcional e Proteómica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e editor associado de jornais científicos de circulação internacional, para além de revisor de mais de duas dezenas de revistas científicas.

“Integra o ‘Executive Committee’ do ‘Expert Working Group (EWG): Improving wheat quality for processing and health of the Wheat Initiative’”, acrescenta o DR.

O novo presidente do IVDP é licenciado em Biologia-Geologia (1993), mestre em Recursos Genéticos e Melhoramento de Espécies Agrícolas e Florestais (1997) e doutorado em Genética e Biotecnologia (2001) pela UTAD.

Entre 1995 e 2002 desenvolveu trabalho de investigação no Institut National de la Recherche Agronomique (Clermont-Ferrand), em França.

Em 2002 fez uma Pós-Graduação em Medicina Legal no Instituto Nacional de Medicina Legal - Delegação do Porto e Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Realizou um Pós-Doutoramento, em 2004-2005, na "Commonwealth Scientific & Industrial Research Organisation", (CSIRO) "Plant Industry", em Camberra (Austrália).

É professor-associado com Agregação na UTAD, desde 2012.

Em 2003 e 2005 foi, consecutivamente, eleito coordenador do Curso de Enologia e presidente da Área Pedagógica das Ciências Agrárias, desempenhando estas funções no período de 2003 a 2007.

Até julho de 2007, presidiu a comissão de elaboração de um Curso de Especialização Tecnológica na Área da Viticultura e Enologia.

Em 2008/2009 foi coordenador da 1.ª Edição do Curso de Mestrado em Biotecnologia para as Ciências da Saúde e Vice-Coordenador do Curso de Genética e Biotecnologia.

Atualmente é vice-diretor do curso de Mestrado em Bioinformática e Aplicações às Ciências da Vida.

O IVDP era, desde novembro de 2011, presidido por Manuel Cabral.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.