Em comunicado à imprensa, o MAI explicou que esses números representam menos 43% de incêndios rurais e menos 63% de área ardida, em comparação com os últimos 10 anos.

“O ano de 2019 apresenta, até ao dia 15 de agosto, o 2.º valor mais reduzido em número de incêndios e o 2.º valor mais reduzido de área ardida desde 2009″, lê-se no comunicado.

Para o MAI, “o comportamento dos portugueses em dias de perigo de incêndio rural tem contribuído para a obtenção destes resultados”.

Apesar disso, o Ministério continua a apelar à adoção de “medidas de prevenção e precaução na utilização do fogo em espaços rurais”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.