“Achamos que temos condições para litigar, mas, por outro lado, tendo em conta o trabalho que já foi feito, achamos que podemos iniciar um processo de reacreditação”, disse hoje à agência Lusa o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

João Paulo Rebelo explicou que o Governo considera que a revogação da acreditação, anunciada em 25 de outubro pela Agência Mundial Antidopagem (AMA) “não fez justiça ao trabalho que foi feito nos últimos anos”.

“Sabemos que o LAD foi suspenso por três razões que, entretanto, foram resolvidas. Ou seja, entendemos que esses motivos foram ultrapassados, por isso fica um sabor amargo de injustiça, em relação a esta decisão”, afirmou João Paulo Rebelo.

O governante admitiu à Lusa que o importante agora é perceber qual a melhor forma de recuperar a acreditação, suspensa desde 2016 e agora retirada.

“Estamos a ponderar se litigamos, se pedimos a reacreditação, ou se fazemos os dois processos em simultâneo”, disse, admitindo: “Litigar por um lado e fazer o pedido de reacreditação por outro pode não ser a melhor das políticas”.

O LAD de Lisboa foi suspenso a 15 de abril de 2016 por um período de seis meses, tendo essa suspensão sido mais tarde ampliada para um ano.

Findo esse prazo, e depois de ter considerado que as irregularidades detetadas se mantinham, a AMA decidiu dar início aos procedimentos para a revogação da acreditação, formalizada no final do mês passado.

O secretário de Estado fez o ponto da situação do LAD português à margem da inauguração da nova sede da Federação Portuguesa de Judo, em Odivelas.

Em relação ao evento, João Paulo Rebelo destacou a tradição da ligação entre o município de Odivelas e o judo, onde agora ficará sedeada a federação da modalidade, bem como a “importância dos municípios no desenvolvimento do desporto para todos”.

Odivelas é, juntamente com Penafiel e Anadia, candidata a Cidade Europeia do Desporto em 2020, e recebe hoje a vista da comissão de avaliação da Associação das Cidades Europeias do Desporto (ACES).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.