A detenção aconteceu por ação do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR, com reforço do Posto Territorial de Vieira de Leiria, na sequência de uma investigação que apurou que, ao longo de quatro anos, o suspeito agrediu física, verbal e psicologicamente a companheira de 42 anos.

De acordo com comunicado da força de segurança, a vítima foi alvo de ameaças de morte reiteradas, “muitas vezes com recurso a armas brancas, na presença das três filhas, uma das quais menor de idade”, levando essas ofensas ao fim da relação, acrescenta a GNR.

Como reação, o homem perseguiu a vítima durante os últimos três meses, “chegando a introduzir-se na sua residência”, recorrendo ao arrombamento de portas e janelas, “com intenção de reatar a relação”, informa a fonte.

O detido, já com antecedentes criminais pela prática de crimes de roubo, foi presente ao Tribunal Judicial de Leiria. Como medidas de coação, ficou “proibido de contactar com a vítima por qualquer meio ou dela se aproximar a menos de 500 metros”, sendo sujeito a pulseira eletrónica.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.