"Um senhor andava numa zona de mato, na apanha de míscaros, e ter-se-á deparado com dois sacos que no seu interior tinham folhas de canábis", tendo contactado de imediato o posto territorial da GNR de Oliveira do Hospital, concelho do distrito de Coimbra, disse hoje à agência Lusa o comandante do Destacamento Territorial da Lousã, Filipe Mendes.

A patrulha deslocou-se nesse mesmo dia ao local de Pinheirinho, freguesia de Lourosa, e efetuou a apreensão, às 11:30, dos 2,15 quilos de folhas de canábis - produto "suficiente para mais de 860 doses", informou a GNR.

Segundo o comandante do destacamento da Lousã, ainda foi feita uma batida nas proximidades, "para perceber se haveria mais algum indício relevante ou se as plantas tinham sido cultivadas nas proximidades", mas sem sucesso.

Entretanto, foi aberto um inquérito para se perceber "se existe alguma correlação" com alguma pessoa, esclareceu Filipe Mendes.

No entanto, "os indícios são parcos", notou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.