Segundo o estudo, divulgado hoje em comunicado pela American Association for the Advancement of Science, editora da revista científica Science, o grupo de asteroides terá aproximadamente quatro mil milhões de anos.

O comunicado não esclarece como os astrónomos identificaram esta família antiga de asteroides.

No Sistema Solar inicial, o material rochoso era acumulado em corpos chamados planetesimais, que se juntaram para formar planetas ou se fixaram na Cintura de Asteroides.

Colisões de outros corpos celestes, 'sobrantes', originaram fragmentos de asteroides mais recentes e mais pequenos.

Estes fragmentos, à deriva ao longo do tempo, tornaram difícil a identificação de famílias de asteroides relacionadas entre si, bem como a determinação dos planetesimais de onde vieram, assinala o estudo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.