De acordo com fonte da GNR, o fogo teve origem numa viatura num parque de estacionamento, que fica localizado a "algumas centenas de metros" do recinto do festival.

"O recinto do festival não esteve em perigo, nem foi evacuado", explicou a fonte, indicando, contudo, que as autoridades aconselharam os festivaleiros a abandonar o local, por precaução.

O fogo propagou-se à zona limítrofe do parque de estacionamento e obrigou à mobilização de 159 operacionais, com o apoio de 42 viaturas e quatro meios aéreos.

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o alerta foi dado às 15:00.

Fonte da organização disse à Lusa que o incêndio começou na zona do estacionamento que serve o festival e que arderam algumas viaturas.

O incêndio já foi dominado, segundo informação da Proteção Civil e da GNR pelas 16:40. Questionada pela Lusa, fonte da organização indicou que ainda não estava decidido se o festival terá ou não de ser cancelado.

Decorrerá no local, às 17:30, uma conferência de imprensa. A mesma fonte referiu que o trânsito foi cortado na zona.

O "Andanças" - Festival Internacional de Danças Populares decorre desde segunda-feira nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide.

Promovida pela PédeXumbo, Associação para a Promoção da Música e Dança, a 21.ª edição do festival esperava receber, até domingo, 40 mil visitantes, numa área de 28 hectares.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.