Em comunicado, o Ministério da Agricultura avança já ter disponível, através da Companhia das Lezírias, alimentação animal para suprir as necessidades que venham a ser identificadas, nomeadamente aos animais retirados das zonas de incêndio, que se encontram recolhidos em Monchique.

De acordo com o documento, foi já entregue pela Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAPAL) e pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), na quarta-feira, e após um pedido da Câmara Municipal, uma carga de palha fornecida pela Quinta do Freixo e ração para ovinos.

Os técnicos de ambas das direções regionais continuam no terreno “em estreita articulação com os serviços de Proteção Civil e com a Veterinária Municipal de Monchique, procedendo à identificação de situações que careçam de apoio para evacuação, tratamento ou alimentação de animais nas zonas de incêndio”.

Ainda de acordo com o comunicado, os serviços da DRAPAL aguardam que sejam levantadas as restrições à circulação por parte dos serviços de Proteção Civil, para poder dar início ao levantamento dos prejuízos provocados pelo incêndio em explorações agrícolas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.