O alerta foi dado por volta das 8:13h de hoje por um vizinho que encontrou um corpo de um homem no local de Armadouro, freguesia de Cabril, Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra.

Em declarações ao SAPO24, o oficial de sala de Operações Correntes do Comando Operacional da GNR de Lisboa refere que esta morte se deve "presumivelmente" à passagem da tempestade Leslie, durante esta madrugada.

Segundo o oficial da GNR, tudo aconteceu por volta das 22h45 da noite de sábado, quando um idoso de 82 anos "se deslocava de uma coletividade para casa" e se "desequilibrou com o vento".

Refere ainda que o local por onde o idoso passava não tinha luz (e, sendo de noite, a visibilidade era pouca) e que o homem caiu de uma altura de 2 metros, sendo encontrado de manhã "com marcas na cara, devido a ter batido com a cabeça no chão".

No que respeita à notícia da morte de um indivíduo na freguesia de Arazede, em Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra, o oficial da GNR esclarece que não está relacionado com a passagem da tempestade, tendo o incidente ocorrido por "causas naturais, à porta de casa".

No entanto, o INEM, em declarações à agência Lusa, avançou que não houve nenhuma morte relacionada com a passagem da tempestade Leslie por Portugal.

Bruno Borges, coordenador da Sala de Situação Nacional ativada pelo INEM adiantou que as duas pessoas morreram de doença súbita, “aparentemente em paragem cardiorrespiratória”, e “sem sinais de trauma”.

“Até às 15:55 de hoje o INEM não registou nenhuma vítima mortal”, frisou, sustentando que o Instituto de Emergência Médica está em articulação com a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O distrito mais afetado pelo Leslie foi o de Coimbra, onde a tempestade, com um “percurso muito errático”, se fez sentir com maior intensidade, disse o comandante da ANPC, Duarte da Costa.

(Notícia atualizada às 17:21: alterações relativas às mortes relacionadas com a tempestade Leslie)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.