“É bom que os algarvios também possam avaliar a qualidade de quem os representa e possam avaliar se as diversas forças políticas são merecedoras ou não do apoio eleitoral que lhe tem sido facultado nas eleições”, afirmou Montenegro, na abertura das jornadas parlamentares do PSD, que decorrem até quarta-feira em Albufeira (Faro).

O líder parlamentar do PSD começou o seu discurso precisamente com um comentário às declarações do presidente do PS, Carlos César, – sem nunca o nomear – que na semana passada disse que os socialistas preferiram Bragança, no interior do país, para a realização das suas jornadas, em vez de um destino turístico com sol.

“É de facto uma ‘gaffe monumental’. A pessoa que disse isso estava em Bragança e nem se apercebeu que Bragança, tal como outros locais do interior, são destinos turísticos”, afirmou Montenegro.

“Só quem não sabe, quem ignora este potencial, se poderia estar a referir ao Algarve como destino turístico sem saber que ele próprio pisava território turístico”, acrescentou.

Luís Montenegro voltou a justificar a escolha do local das jornadas do PSD pelos problemas que afetam esta região e recordou que, hoje de manhã, os deputados sociais-democratas se repartiram em mais de uma dezena de visitas pelos vários concelhos do distrito, abordando temáticas como a saúde, educação, pescas, florestas ou segurança

“Objetivamente, o Algarve é muito mais do que sol e mar, é esta comunidade de pessoas, de instituições, que tem o direito, e nós o dever, de almejar garantir iguais oportunidades de outras regiões do país”, afirmou.

Antes da intervenção de Luís Montenegro, também o presidente da distrital de Faro do PSD, David Mascarenhas dos Santos, se tinha já referido a esta polémica, dizendo que só podia ser entendida como desconhecimento dos problemas dos algarvios de alguém que “só costuma ir passar férias à ilha da Culatra”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.