Luís Pitarma, enfermeiro português, teve hoje um destaque especial no Reino Unido. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, agradeceu ao imigrante, "de perto do Porto", as horas de cuidado e atenção enquanto esteve internado, em Londres.

A pandemia do novo coronavírus matou mais de 75 mil pessoas na Europa, 80% das quais em Itália, Espanha, França e Reino Unido. Itália registou 431 mortes nas últimas 24 horas devido à doença provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), o número diário mais baixo das últimas três semanas.

França registou 315 novas mortes em meio hospitalar, nas últimas 24 horas, num total de 14.393 mortos desde 1 de março. O Reino Unido registou mais 737 mortes de pessoas infetadas nas últimas 24 horas, elevando para 10.612 o total de óbitos durante a pandemia.

Em Espanha, as autoridades sanitárias apontam 16.972 mortos e 166.019 casos de infeção. O primeiro-ministro, Pedro Sanchéz, anunciou hoje que a fase de confinamento continuará, "pelo menos", durante mais duas semanas e avançou que o regresso à normalidade no país será progressivo e cauteloso.

Já o presidente francês, Emmanuel Macron, poderá prolongar o confinamento no país pelo menos até 10 de maio, segundo fontes presidenciais citadas hoje pela agência France-Presse.

Por cá, um total de 117 pessoas foram detidas e 311 estabelecimentos comerciais foram encerrados pela PSP e GNR desde 3 de abril pelo incumprimento das medidas impostas pelo estado de emergência. São mais 18 detenções desde ontem, empurrando o número de detidos nesta renovação do estado de emergência para um número maior que os 108 registados nas primeiras duas semanas.

Entretanto, continua a preocupação nos lares. Aqui no Porto, por exemplo, o rastreio feito pela Câmara Municipal do Porto em 54 lares da cidade identificou até agora 29 pessoas com testes positivos à covid-19, a maioria dos quais funcionários das instituições, informou hoje a autarquia.

"Dos 3.111 testados em 54 lares, existem já resultados laboratoriais para 2.620 utentes e funcionários de 45 lares. 28 desses testes foram inconclusivos e serão repetidos e 29 testaram positivo, sendo 20 funcionários e apenas 9 idosos", adianta a autarquia liderada por Rui Moreira.

Estes números são só da cidade do Porto, e são o resultado de uma iniciativa municipal. Pelo resto do país, somam-se os casos. Conhecidos e desconhecidos. Entre velhos e novos também.

Mas no meio das más notícias, olhemos para os profissionais como o Luís Pitarma, que, aqui ou no resto do mundo, vão continuando a salvar vidas — as anónimas e fracas, tal como as famosas e poderosas. Os homens bons fazem só isso: salvam.

Tal como estes profissionais, de Santarém, que celebram a saída de um doente — anónimo — dos cuidados intensivos. Todos os rostos contam: mesmo se escondidos.

Eu sou o Pedro Soares Botelho e hoje o dia foi assim.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.